O apartamento do criminoso fica a uma quadra da praia e conta com piscina
Divulgação/Polícia Civil
O apartamento do criminoso fica a uma quadra da praia e conta com piscina


Uma das lideranças de uma organização criminosa responsável pelo tráfico de drogas em uma comunidade da capital paulista foi preso em um prédio de luxo em Praia Grande . A prisão de Leonardo Monteiro Moja, conhecido como Léo do Moinho , aconteceu nesta quarta-feira (24). O criminoso atuava na Favela do Moinho, na cidade de São Paulo.

A prisão foi realizada após investigações da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Santos. O traficante foi detido em uma residência no bairro Canto do Forte. O apartamento, na cobertura do edifício, fica a uma quadra da praia e conta piscina.

De acordo com a polícia, Léo do Moinho é responsável pela morte do socorrista Bruno de Oliveira Tavares. O agente de saúde havia ido até a comunidade para realizar um resgate e foi confundido com um criminoso de uma facção rival.

Segundo aponta a investigação da Deic, Léo do Moinho é o porta-voz e principal liderança do PCC na comunidade que serve como ponto de armazenamento de drogas que são comercializada na Cracolândia. Ambos locais ficam na região central da capital paulista.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários